segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Aquele tempo que não volta mais

Queria ser grande quando era pequeno, ser como meu pai! E agora que sou grande quero ser pequeno e ser como meu irmão!

Quando pequeno não tinha medo de quase nada, só tinha medo de mim e do cinto do meu pai. Aprontava feito doido, e ficava quieto feito pedra, maior do que eu naquele meu mudo era só os meus sonhos. Sonhava dirigir, e hoje dirijo com medo de sonhar e durmir. Sonhava um amor, e hoje rezo para que ele não se apague.

Ganhava uma moeda e me sentia o cara mais rico da cidade, hoje com uma moeda só pago o parquímetro da mesma cidade. Tomava banho no tanque e andava descalço, podia subir no pé de manga e me esconder que ninguém me acharia, sumia no meio das construções e das casas abandonadas, hoje me escondo atrás de prédios.

Quando criança jogar bola na rua e esquecer das coisas era normal, hoje é falta de responsabilidade. Das meninas só queria brincar com elas, hoje quero beijá-las. E elas que brincam comigo!

Dizia não, sem medo, falava sim e pedia bis, falava a verdade. Hoje mentimos, nos iludimos, traçamos metas e na hora do intervalo, planejamos, planejamos e planejamos! Amamos com limites, colocamos preço e vivemos amarrados.

O importante não era o presente, a embalagem, a fita, e sim rasgar o papel da caixa, fazer cara de surpreso e depois de umas semanas brincando querer outro brinquedo. O desafio de verdade era fazer bola de sabão enorme, jogar pião, pular corda, fazer gol e hoje... bom hoje é ter mais seguidores na internet.

Gravava meus momentos divertidos na memória, hoje... bom... hoje é só salvar no memory card.

Quando tinha 12 anos, escrevi um livro, e hoje... bem hoje... Escrevo num Blog!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Histórias tristes talvez (Parte 3)

Sou fã de mim mesmo! É o jeito sabe? Assim que Juca se tratava!

Por que no colégio, as meninas não davam bola, nem ligavam, mas quando surgia um trabalho difícil de se fazer ou uma prova tenebrosa! Ai Juca era amigo da mulherada! Do que adiantava ser inteligente, porém feio. Queria ser Don Juan, ser galã da novela das 20h (que começas as 21h). Por que a inteligência era tão inversamente proporcional a beleza?

Juca sabia que as meninas gostavam dos mais bonitinhos, mas elas bobas não sabia que os bonitinhos passavam por causa dele!

Na rodinha de amigos as piadas de Nerd e CDF sempre sobravam para ele como motivo de risada, coitado! O dia que Juca teve coragem de falar algo para alguma menina... Ele fixou os olhos e quando ia soltar sua declaração ouviu:

- Tá olhando o que, perdeu o ...

Pronto acabou o dia! O fato era que toda mulher bonita se achava feia, mas também não queria dar bola para um cara inteligente. Fato também que mulher linda se achava gorda e não dava bola para inteligente. E mais fato dos que os fatos que já passaram é que mulher que se achava a tal, nem o porteiro da escola queria.

Mais mais fato que tudo isso é que Juca passou no vestibular de faculdade pública e os bonitinhos passam o dia embaixo do carro apertando porcas e cheios de graxa para pagarem a faculdade a distância! Isso se eles já conseguiram se formar!

FATO! Quando Juca tiver um bom emprego, um bom salário, um bom carro, ele vai ficar bonito!

-------------
Sem ofensas!

Ô inteligência em!

Não sou muito de ficar brigando, por pouca coisa, mas essa é demais, como pode.

São José dos Campos, no interior de São Paulo, região do Vale do Paraíba é onde eu moro, e para questões de localização Taubaté é uma cidade vizinha questões de 30 minutos da minha casa até o centro de Taubaté.

Numa bela quinta-feira resolvi comprar pelo mercado livre um MP3, coisa barata e com frete grátis pelo correio, maravilha! E o melhor o produto estava em Taubaté, chegaria mais rápido!

Engano meu! Como eu sou bobo! E ingênuo! Não é que o produto tem que ir para São Paulo (mais de 150 km de Taubaté) para voltar para São José? Como pode? Uma cidade do lado da outra e o produto tem que ir para a capital para voltar para o interior mesmo.




Veja pelo lado bom, meu MP3 viajou mais que eu nesses últimos 6 dias.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Quarta da Risada (Parte 3)


Bom esse é para quem quer aprender a dançar de verdade com uma profissional com muitos anos no mercado



Eu ri demais, parecia tudo tão bem, e como ela conseguiu estragar tudo isso de uma vez só?